Enquanto aqui no Brasil somos obrigados a viver com Felicianus, Bolsonaros e bancadas evangélica pedindo o boicote a novela “Babilônia” tudo por conta do beijo gay entre Fernanda Montenegro e Nathália Timberg.

Lá na terra do Tio Sam as coisas parece que são bens diferentes. Mais de 300 empresas, entre gigantes como AppleCoca-ColaStarbucksFacebook, NikeGoogleMicrosoft , Disney, pedem à Suprema Corte dos EUA que aprovem o casamento gay.

A intenção dos advogados que representam as marcas é derrubar uma lei federal americana que restringe a definição de casamento às uniões heterossexuais. Para entender melhor: essa lei se chama Ato de Defesa do Casamento (Doma, na sigla em inglês), que define o casamento como uma união somente entre um homem e uma mulher.

Esta na hora destas mesmas empresas e outras legitimamente nacionais levantarem também a bandeira aqui na terrinha, afinal gays também são gente e consomem muito como qualquer outra pessoa, não é mesmo?

As empresas citadas acima são só algumas que fazem parte desta petição. Para conferir a lista completa, acesse este link.