O candidato à Presidência da República pelo PRTB Levy Fidelix, conhecido pelo seus bordões de campanha “o candidato do Aero-Trem”, causou polêmica no debate do último domingo (28/9), realizado pela Record, ao responder o questionamento de Luciana Genro (PSOL) sobre a dificuldade em aceitar famílias compostas por pessoas do mesmo sexo. Nas redes sociais, o nome do político entrou nos trending topics (assuntos mais comentados) do Twitter.

Ao responder à pergunta da candidata, Fidelix disse que preferia deixar de ter alguns votos, mas ser “um pai, um avô, que tem vergonha na cara, que instrua seu filho, que instrua seu neto”. “Olha, minha filha, tenho 62 anos, pelo que eu vi na vida dois iguais não fazem filho. E digo mais, desculpe, mas aparelho excretor não reproduz”, acrescentou.

Na réplica, Luciana defendeu “qualquer tipo de família” e alertou para a violência sofrida por homossexuais, travestis e lésbicas.

— Por que as pessoas que defendem tanto a família se recusam a reconhecer como família um casal de pessoas do mesmo sexo? O casamento civil igualitário é fundamental para que possamos reconhecer juridicamente qualquer tipo de família. Estou defendendo todas as famílias, não importa se são 2 homens ou 2 mulheres. O que importa é que as pessoas se amem.

Fidelix ainda deu mais declarações polêmicas na tréplica:

— Luciana, você já imaginou? O Brasil tem 200 milhões de habitantes, daqui a pouquinho vai reduzir para 100 (milhões). Vai para a avenida Paulista, anda lá e vê. É feio o negócio, né? Então, gente, vamos ter coragem, nós somos maioria, vamos enfrentar essa minoria. Vamos enfrentá-los. Não tenha medo de dizer que sou pai, uma mãe, vovô, e o mais importante, é que esses que têm esses problemas realmente sejam atendidos no plano psicológico e afetivo, mas bem longe da gente, bem longe mesmo porque aqui não dá.

Após o debate, a hashtag #LevyVocêÉNojento ocupava os Trending Topics do Twitter, e a página do candidato no Wikipedia foi alterada por usuários. Seu nome completo aparecia como “José Levy Fidelix Homofóbico da Cruz”. No início da madrugada, entretanto, o perfil voltou ao normal.

Assista: